Nomes de Bebés Espirituais: Escolhas inspiradas no budismo para a criança pacífica

Em tempos em que alguns pais são atraídos por nomes ousados e energéticos como Dash e Blaze; ou nomes associados ao armamento como Colt e Canhão, faz sentido que outros sejam atraídos por nomes espirituais com significados pacíficos e conexões profundas.

Ses nomes podem criar uma grande primeira impressão – eles podem deixar os outros à vontade, fazendo com que seu portador pareça amigável, relaxado e acessível. Menos evidentes que os nomes tradicionais de virtude, eles ainda insinuam uma atitude à qual o portador pode aspirar.

Eu devo prefaciar esta lista dizendo que não sou budista, então meu conhecimento de termos budistas que fariam grandes nomes não é de forma alguma exaustivo. No entanto, aqui estão alguns em particular que não só são utilizáveis mas também muito fixes.

AniccaAnicca é um termo que significa ‘inconstância’ ou ‘impermanência’, referindo-se ao ensinamento budista de que todas as coisas estão num estado constante de mudança – um ciclo inevitável de nascimento, crescimento, decadência e morte. Pronunciado uh-NIK-uh, visual e verbalmente Anicca não parece muito distante de nomes como Anita ou Annika.

Arya

Muitas pessoas reconheceriam Arya como o nome do menino túmulo rebelde no Jogo dos Tronos. Arya realmente tem uma história como um nome usado por ambos os sexos, e macho enviesado nos EUA até 2010. Arya (ou Ariya) significa “nobre” ou “exaltado” em sânscrito, e é frequentemente usado no budismo para descrever alguns dos principais princípios – principalmente as Quatro Nobres Verdades (catvary arya satyani) ou O Nobre Caminho Oitavo (arya marga).

Avici

Pronunciado uh-vee-chee, este é um termo budista para o nível mais baixo do inferno. Adicione um “i” extra e você tem o nome artístico adotado pelo jovem DJ sueco, cuja estrela está em ascensão no momento. Avici é um nome sonante que poderia funcionar bem em qualquer dos sexos.

Bodhi

Bodhi é um dos nomes mais acessíveis e até mais populares desta lista. É um termo para a compreensão possuída por Buda a respeito da natureza das coisas, uma iluminação alcançada enquanto sentado sob uma árvore sagrada conhecida como a árvore Bodhi. Significa “iluminação” ou “desperto”.

Dharma

>

Mais provavelmente veria isso como um nome do tipo “hippie”, graças em grande parte à personagem interpretada por Jenna Elfman na sitcom Dharma e Greg dos anos 90. Mas se você está olhando para nomes ricos em significado budista, é difícil passar por Dharma, um termo para o entendimento das leis da natureza e como elas se aplicam à condição humana.

Karma

Sábio de estilo e impressão, o Karma tem muita semelhança com Dharma, mas provou ser uma escolha muito mais popular para os namorados. A maioria das pessoas está familiarizada com o conceito de Karma, o princípio de que a intenção e as ações de uma pessoa influenciam o futuro de uma pessoa nesta vida e além dela.

Kathina

Kathina é um festival budista realizado no final de Vassa, o retiro de três meses de estação chuvosa para os budistas Theraveda. É um momento de doação, para que as pessoas expressem os seus agradecimentos aos monges. Raramente é usado como nome, mas parece uma mistura exótica de Katrina e Katherine e daria um nome espiritual, celebrativo.

Lótus

O lótus é um ícone budista importante, como Buda é tipicamente representado sentado num lótus. Ele é simbólico do caminho da ignorância à iluminação, ao subir da lama do materialismo, através das águas da experiência, e para o sol da iluminação. Lotus é um nome aparentemente simples mas elegantemente belo.

Mahayana

Sonor lírico e pronunciado mah-huh-YAH-nuh, este é um dos principais ramos do budismo. Vem das palavras sânscritas maha que significa ‘grande’ e yana que significa ‘veículo’. Mahayana é um tipo mais liberal de budismo, e o mais popular. Os seguidores acreditam que qualquer um – não apenas monges e freiras – pode alcançar a iluminação.

Nirvana

Nirvana no contexto budista refere-se à “quietude imperturbável da mente após os fogos do desejo, aversão e ilusão terem sido finalmente extintos”. Os budistas visam alcançar este estado de mente ou consciência para estar livres de desejos ou sofrimentos individuais. Se Haven, Elysia ou Nevaeh estão em sua lista, esta é outra opção digna de consideração.

Om

Om tem sido usado até hoje como um nome de menino nos EUA Om é às vezes referido como a sílaba sagrada, usada como um mantra ao meditar. Significa “criação” em sânscrito, e como uma representação das três deidades mais importantes nas religiões hindus – Vishnu, Shiva e Brahma – refere-se, em última análise, à essência da vida. Pode ser curto, mas está carregado de significado e tem um som relaxante.

Samsara

Samsara significa ‘movimento contínuo’ ou ‘existência cíclica’, muitas vezes traduzido como ‘o círculo da vida’. Seguindo o caminho budista, é possível libertar-se do ciclismo sem fim através dos seis reinos, mas é preciso primeiro compreender a natureza do Samsara para se libertar dele. O Samsara tem uma bela sensação de veludo líquido, pronunciado suhm-SAHR-uh. Seu uso raro tem sido até agora para meninas.

Veda

Os Vedas são a mais antiga e importante da literatura sagrada hindu, acreditada como sendo uma eterna revelação de origem divina. Veda (pronuncia-se VEY-duh ou VEE-duh) significa ‘conhecimento’ ou ‘sabedoria’ – Theravada é o ramo sobrevivente mais antigo do Budismo, que significa ‘o Ensinamento dos Anciãos’. Veda tem uma longa história de uso como nome feminino nos EUA – particularmente popular no início do século 20 – e por isso tem uma sensação de vintage.

Zen

Zen é sinônimo de calma e tranqüilidade, e para muitos é imediatamente associado ao Budismo. Significando ‘absorção’ ou ‘estado meditativo’, Zen é uma escola do Budismo Mahayana que advoga o uso da meditação sentada para a realização de verdades budistas tais como o não-ser, o vazio e a mente não-criada. O Zen tem uma energia fantástica – parece inesperado, mas ao mesmo tempo fresco e com estilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.